Confissões de Fé

Palavras têm poder. Vamos usá-las para o bem!

20/08/2020
Palavras têm poder. Vamos usá-las para o bem!
PROCURANDO UM ALIMENTO ESPIRITUAL?

Cadastre-se e receba um devocional diariamente no seu e-mail

“As palavras dos meus lábios e o meditar do meu coração sejam agradáveis na tua presença, SENHOR, rocha minha e redentor meu!”
Salmos 19:14

Palavras são recipientes de poder. Elas carregam poder criativo ou destrutivo; podem derrubar ou construir. Porém, Deus não criou os nossos lábios para trazer prejuízo aos outros ou a nós mesmos.

Por causa de más palavras, traumas são criados, a confiança é rompida, pessoas são difamadas e expostas desnecessariamente, um ressentimento ganha espaço no coração de alguém, uma autoimagem é abalada. E o que o inimigo mais quer? Que a nossa boca seja instrumento de divisão, contenda, a causa de feridas e um canal de maldição.

Em contrapartida, boas palavras podem acalentar, sarar e fortalecer relacionamentos. Palavras de elogio reforçam as qualidades das pessoas, fazendo com que elas se sintam seguras para melhorar o que já têm e se esforcem para transformar seus defeitos em virtudes.

Palavras proféticas trazem à existência coisas que não existem ainda, movendo o sobrenatural. Palavras de encorajamento ressuscitam sonhos e geram vida por onde ecoam.

Palavras positivas são carregadas de amor e Deus pode agir através delas. As palavras certas sempre contribuem para um futuro melhor.

Por isso, meu convite é: faça um autoexame hoje. Pergunte-se: “Como eu tenho usado os meus lábios?”. Não fomos criados e nem resgatados por Deus para deixarmos os nossos lábios, que são um canal de bênçãos, serem usados pelo inimigo.

Em todo tempo, vamos nos deixar ser usados por Deus, fazendo com que as nossas palavras sejam agradáveis a Ele e levem pessoas à cura e para mais perto do Pai. Palavras têm poder, e muito! Vamos usá-las para o bem!

Oração: Pai, meus lábios são para o teu louvor. Meus lábios são para engrandecer o teu nome e para abençoar pessoas. Perdoe-me pelas vezes em que os usei de forma leviana. Obrigado porque o Senhor confia em mim e me dá esta responsabilidade: a de produzir palavras que têm tanto poder. Quero usar os meus lábios como se fossem a tua própria boca falando através de mim. Em nome de Jesus, amém.

Helio & Deise Peixoto

Olá, tudo bem?

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

    • Que bom, Jorge, que esse conteúdo te ajudou a se edificar na fé!
      Abraço #EquipeHelioPeixoto

  • >