Estudos

Vida de oração: crie este hábito

29/06/2019
Vida de oração: crie este hábito
PROCURANDO UM ALIMENTO ESPIRITUAL?

Cadastre-se e receba um devocional diariamente no seu e-mail

Orar é abrir o coração para Deus. Com uma vida de oração, nos aproximamos dEle. E o mais inspirador é saber que Ele está sempre interessado no que temos a falar e em falar conosco também.

Desde o primeiro dia, quando ainda não o conhecíamos, Ele já nos amava e seu desejo sempre foi estar próximo de nós. Afinal, qual é o pai que não deseja ter um relacionamento íntimo com seu filho?

Os momentos que passamos a sós com o Pai são os mais preciosos de nossas vidas, pois é quando acontecem as conversas mais sinceras, o derramar do nosso coração, o silêncio que aquieta a nossa alma e que dá espaço para ouvirmos a Sua voz, o agradecimento pelo que Ele faz, o louvor por todos os Seus atributos, e também a exposição dos nossos pedidos. Até mesmo Jesus, que foi Deus na carne, frequentemente se retirava para orar.

Nosso Mestre se dedicou tanto à vida de oração que Seus discípulos pediram para que os ensinasse o mesmo.

No entanto, todo cristão sabe que nem sempre é fácil manter esse hábito. Por esse motivo, separamos algumas dicas que ajudarão você a melhorar sua conexão com Deus mesmo em meio às inúmeras de tarefas do dia a dia.

Planeje-se para orar todos os dias

Para conseguirmos dar conta de tantos afazeres diários, precisamos nos planejar, não é mesmo? Reservamos um tempo para cada obrigação que temos, como trabalhar, ir a reuniões, levar os filhos à escola, entre tantas outras. Então, para mantermos uma vida de oração, é preciso que também separemos um tempo em nosso dia para conversarmos com Deus.

Escolha um horário para incluir esse momento em seus dias e faça da oração uma prática inegociável. Se não conseguir orar no horário estipulado, faça tão logo seja possível, mas não deixe o dia terminar sem falar com o Pai.

Reserve um lugar

Podemos recorrer ao nosso Pai a qualquer hora e em qualquer lugar. Contudo, Ele deseja e merece a nossa atenção exclusiva também. Por esse motivo, reserve um lugar específico para estar a sós com Ele. O ideal é que seja um local calmo, silencioso e onde você se sinta confortável para abrir seu coração sem ser interrompido. Se, a cada dia, você tiver que decidir um local diferente, será mais difícil manter o hábito.

O próprio Jesus se retirava para locais tranquilos para orar e isso fica claro em diversos momentos, como em Lucas 5:16: “Mas Jesus se retirava para lugares solitários, e orava”, e também em Marcos 1:35: “De madrugada, quando ainda estava escuro, Jesus se levantou, saiu de casa e foi para um lugar deserto, onde ficou orando”.

Ele nos recomendou o mesmo quando disse: “Mas, quando você orar, vá para o seu quarto, feche a porta e ore ao Pai que está em secreto. Então seu Pai, que vê em secreto, o recompensará” (Mateus 6:6).

Persevere na oração

Em Efésios 6:18, Paulo nos recomenda o seguinte: “Orem no Espírito em todas as ocasiões, com toda oração e súplica; tendo isso em mente, estejam atentos e perseverem na oração por todos os santos”. Perseverar é insistir em algo sem desanimar. Nossos dias são repletos de distrações, e elas surgem, principalmente, quando nos comprometemos a investir em nosso crescimento interior.

Também, existirão dias em que não teremos ânimo para orar, dias cansativos e, até mesmo, dias em que estaremos doentes. Devemos perseverar inclusive nesses momentos. Aliás, é justamente nesses períodos que devemos nos aproximar ainda mais dEle. Somente nosso Pai, que é amor, nos ampara e nos dá força para passarmos por essas situações da melhor maneira.

Fale com o Pai

É normal que, muitas vezes, não saibamos como orar. Mesmo os discípulos pediram que fossem ensinados, pois não sabiam. Então, Jesus explicou como fazer a eles, dando-lhes como modelo a oração do Pai-Nosso.

Embora você até possa repeti-la, o motivo dela existir não é esse, mas sim o de servir como um modelo para fazermos a nossa própria. Assim, a primeira coisa que aprendemos com esta oração é enxergar Deus como Pai, um Pai amoroso e perfeito, que cuida e se interessa por nós.

Quando oramos a Deus segundo aquilo que está na Sua Palavra, Ele sempre nos responde no tempo perfeito, pois Ele é fiel ao que prometeu.

Se, ainda assim, continuarmos sem saber como orar, podemos orar em línguas. O Espírito Santo ora por nós, como vemos em Romanos 8:26: “E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis”. Aquele que ora em línguas faz a oração perfeita e edifica-se a si mesmo.

Ore em nome de Jesus

Jesus é o único caminho para chegarmos a Deus (João 14:6). Portanto, é fundamental orarmos em Seu nome. Ele mesmo nos disse o seguinte em João 16:23-24: “[…] Na verdade, na verdade vos digo que tudo quanto pedirdes a meu Pai, em meu nome, ele vo-lo há de dar”.

Em Romanos 8:34, entendemos que é Ele quem intercede por nós junto ao nosso Pai e, como consta em 1 Timóteo 2:5, ele é único mediador entre nós e Deus. Então, é preciso que oremos em nome de Jesus não apenas porque Ele nos recomendou assim, mas também porque jamais teríamos acesso ao Pai se não fosse por Ele.

Dê graças em tudo

Não devemos esquecer que tudo, absolutamente tudo vem dEle e, certamente, já temos recebido muito mais do que realmente merecemos. Não devemos orar apenas para pedir nem condicionar nossa devoção e gratidão às situações passageiras. Paulo nos esclarece, em 1 Tessalonicenses 5:18, que a vontade de Deus é que demos graças em todas as circunstâncias. Do mesmo modo, nos alertou, em Romanos 1:21, que a falta de reconhecimento da graça de Deus nos afasta do Pai.

Agradeça sempre a Deus por todas as bênçãos que Ele tem derramado sobre a sua vida e as de quem você ama. Reflita sobre o quanto já recebeu, mesmo sem merecimento. Agradeça Seu amor, Sua misericórdia, Seu amparo, Seu perdão. Agradeça pela vida, pelas respostas que já teve, pela Palavra que nos ilumina. Agradeça apesar das circunstâncias.

Enfim, para ter uma vida de oração e um relacionamento mais próximo com Deus é preciso fazer devocional. Mesmo em tempos difíceis, persevere. Recomece sempre que necessário, pois o poder de Deus se aperfeiçoa em nossas fraquezas. Busque conforto nas Escrituras, estreite seus laços com nosso Pai que sempre nos amou e continua a mostrar que o Seu amor por nós é eterno (Jeremias 31:3).

Olá, tudo bem?

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

  • É sempre bom efetuar um estudo onde a bíblia é apresentada de maneira simples e verdadeira.
    Louvo a Deus pelo ministério e a vida do pastor Helio Peixoto

    • Puxa, Roselina, obrigado pelo carinho!
      Abraço #EquipeHelioPeixoto

  • >