5 fatores que atrapalham sua vida com Deus e como combatê-los

As dificuldades do mundo, muitas vezes, atrapalham a jornada cristã, que acaba sufocada pelos compromissos diários. No entanto, a vida com Deus jamais deveria ser deixada em segundo plano, porque ela é fundamental para fortalecer o nosso espírito, além de trazer benefícios para a nossa saúde emocional e até física.

Quando encontramos dificuldades para crescer espiritualmente, não podemos nos acomodar aí! Precisamos identificar o problema e os meios de combater cada questão, pois Jesus precisa ser a nossa prioridade se quisermos ser bem-sucedidos em tudo que fizermos.

Neste artigo, listaremos alguns fatores que podem estar atrapalhando a sua vida com Deus. Além disso, você verá como combatê-los. Continue a leitura!

Conheça 5 fatores que atrapalham a sua vida com Deus

Existem fatores externos e posicionamentos pessoais que podem atrapalhar a sua vida com Deus. Vamos conhecer alguns deles para saber como lidar com essas dificuldades?

1. Medo

O medo atrapalha demais a vida do cristão, pois ele é o extremo oposto da fé. Ele faz com que a pessoa não confie nas promessas de Deus. Quando duvidamos do amor de Deus, Ele nada pode fazer em nossa vida.

A história de Pedro, relatada em Mateus 14:22-33, demonstra claramente como o medo pode prejudicar o relacionamento com Deus, Muitas vezes, algo começa bem, mas é interrompido porque o medo toma o lugar da fé.

No texto citado, o discípulo andava sobre as águas, mas, ao olhar a força do vento, tirou o foco de Jesus e começou a afundar. Do mesmo modo, o medo tira o nosso foco das coisas espirituais, fazendo com que deixemos o que é mais importante em segundo plano.

2. Cansaço

O mundo atual preenche grande parte de nossa rotina. Estudos, trabalho e outros fatores ocupam o nosso cotidiano, esgotando as nossas forças. Esses fatores somados são capazes de nos envolver de tal forma que trazem cansaço e um sentimento de desânimo.

Esse cansaço, muitas vezes, atrapalha nossos momentos de contato com Deus, roubando a qualidade do nosso relacionamento com o Pai e o tempo dedicado ao nosso devocional. É claro que os compromissos desse mundo são importantes, porém, eles devem ser equilibrados com a nossa vida espiritual.

Quando priorizamos o nosso relacionamento com Deus, todas as demais tarefas, que normalmente nos esgotam, são muito mais facilmente realizadas, pois começamos pelo principal.

3. Dificuldades financeiras

Um dos problemas comuns atualmente é a dificuldade financeira, que assola várias famílias e pessoas. Esses problemas trazem uma preocupação enorme, o que, muitas vezes, conduz a certos sentimentos, como descontentamento, ingratidão, revolta, impaciência e ansiedade que, por fim, acarretam a negligência das responsabilidades espirituais.

Ao passarem por um momento de dificuldade financeira, muitas pessoas se afastam de Deus e até colocam a culpa desse problema nEle! Porém, o desejo de Deus é que sejamos prósperos nesta área, e não o contrário.

Podemos passar por fases mais fartas financeiramente e outras mais escassas, mas Deus é o nosso provedor e jamais permitirá que nos falte algo.

4. Brigas

Passar por desentendimentos e brigas, principalmente se forem frequentes, também atrapalha a vida com Deus. Os conflitos com algum familiar, com amigos, ou com pessoas desconhecidas, fatalmente, gerarão sentimentos em nós que são contrários ao amor de Deus.

Se alimentarmos a crítica, o julgamento, o egoísmo e o orgulho, por exemplo, isso ficará martelando dentro de nós e nos consumirá. É tudo que o inimigo quer para que não tenhamos tempo e nem energia para nossa vida com Deus.

Quando as brigas são prolongadas e as questões não são resolvidas, caímos em outro problema: a falta de perdão, que é tão ensinado na Bíblia.

Portanto, precisamos decidir perdoar o próximo para que a nossa mente esteja liberada para entender a voz de Deus e continuar nossa jornada com Ele.

5. Prática de pecados

Pecar significa “errar o alvo”. Nosso alvo tem que ser Cristo, portanto, o pecado segue o caminho inverso. É claro que vamos pecar durante a nossa vida, já que não somos perfeitos, mas, quando vivemos um “estilo de vida de pecado”, isso significa que estes erros fazem parte da nossa vida e o resultado é o afastamento de Deus.

Entenda que Deus nunca se afasta de nós, mas nós, quando vivemos uma vida contrária ao que a Palavra de Deus ensina, acabamos nos afastando. Quando algo errado se torna um hábito, temos mais dificuldades para ouvir a voz do Espírito Santo, o que nos impede de crescer espiritualmente.

Além de atrapalharem o relacionamento com o Pai, os pecados acariciados, ou seja, alimentados secretamento ou abertamente por nós, abrem espaço para que continuemos pecando e só trazem prejuízo para a nossa vida.

Saiba como combater essas dificuldades

Agora que conhecemos alguns fatores que atrapalham a nossa vida com Deus, é importante que saibamos o que pode ser feito para combater esses problemas. Vamos ver algumas atitudes que contribuem para fortalecer a vida espiritual!

Devocional diário

Quanto mais convivemos com uma pessoa, mais próximos ficamos dela, não é? Este é um princípio que também se aplica à vida com Deus. Portanto, estabelecer uma rotina de devocional diário é fundamental para nos conectarmos com Deus com constância e de forma sempre crescente.

Esse contato diário contribui para aumentar a sensibilidade para ouvirmos a voz dEle e nos dá sabedoria para enfrentar as dificuldades da vida, como as financeiras, as de relacionamento e as de saúde. Desse modo, nosso coração estará fortalecido para lidar com os problemas e superá-los de acordo com a inspiração de Deus.

O que deve ter nesse devocional diário?

A – Leitura bíblica

A Bíblia é a Palavra de Deus e deve servir como um guia para as nossas vidas. Por meio dos ensinamentos contidos ali, podemos enfrentar as dificuldades do nosso dia a dia e evitar muitos sofrimentos.

Se você a achar difícil, não desista! Foque-se em apenas um versículo que fale diretamente com você ou em um pequeno texto e vá aumentando sua leitura com o tempo.

Peça também a Deus revelação da Sua Palavra, pois Ele vai direcioná-lo para que cada verdade contida ali seja uma resposta às suas necessidades.

B- Oração

A oração é uma das formas pelas quais podemos entrar em contato com Deus. Ela não deve ser feita de forma esporádica ou apenas nos momentos em que precisamos de algo. É necessário estabelecer o hábito de orar, pois isso fortalece nossa comunhão e nos dá forças para viver os desafios.

Procure separar um tempo diário e íntimo de oração – um momento exclusivo entre Deus e você. Desenvolva esse hábito e você verá como a sua vida espiritual chegará num nível mais elevado!

Como vimos durante o texto, vários fatores podem atrapalhar a sua vida com Deus, tirando o seu foco dos aspectos espirituais e dificultando o relacionamento cristão. Felizmente, essas dificuldades podem ser combatidas com uma rotina devocional, que é um hábito fundamental para o crescimento espiritual. Portanto, vale a pena dedicar momentos diários para estar mais próximo de Jesus e abrir o coração para Ele!

Gostou deste conteúdo? Então, aproveite para visitar a nossa página e tenha acesso a vários conteúdos de devocional que contribuirão para fortalecer a sua caminhada cristã!

Compartilhe esse devocional e abençoe alguém!

7 thoughts on “5 fatores que atrapalham sua vida com Deus e como combatê-los

  1. Paz do senhor! Vim parar aqui para ler esses versículos e fortalecer minha fé em Deus. Estudo para concurso e, quase sempre, me pego murmurando, com medo das provas e com medo de reprovar e, consequentemente, sofrer o luto de não ter sido aprovada. Eu tenho consciência da minha falta de fé, e sei que estou desagradando a Deus e até mesmo, o afastando de de mim. Peço ajuda neste momento!

  2. Paz do senhor! Vim parar aqui para ler esses versículos e fortalecer minha fé em Deus. Estudo para concurso e, quase sempre, me pego murmurando, com medo das provas e com medo de reprovar e, consequentemente, sofrer o luto de não ter sido aprovada. Eu tenho consciência da minha falta de fé, e sei que estou desagradando a deu e até mesmo, o afastando de de mim. Peço ajuda neste momento!

  3. Tenho feito oração pedindo algo pos tendo alguma turbulência eu fico com medo de algo sério acontecer comigo perco a fé na oração feita pós isso me dá muita angústia meu coração bate muito fico nervosa com o pior acontecer comigo

  4. Achei muito interessante e verdadeiro, realmente a algum tempo estou praticando isso na minha vida, porém tenho uma dúvida e por isso fiz a busca e vim parar aqui. Uma pergunta, uma pessoa já falecida e muito querida tem o poder de mexer com sua vida espiritual a ponto de fazer sua vida sentimental não andar pra frente?

    1. Olá, Ana Paula! Depois que uma pessoa morre e entra num estado eterno no “mundo espiritual”, seja no inferno ou no céu, não há mais como ela influenciar o “mundo natural”.
      Dentre tantos outros textos bíblicos, Jesus deixou esta realidade muito clara em Lucas 16:22-26: “E aconteceu que o mendigo morreu e foi levado pelos anjos para junto de Abraão. Morreu também o rico e foi sepultado.
      — No inferno, estando em tormentos, o rico levantou os olhos e viu ao longe Abraão, e Lázaro junto dele. Então, gritando, disse:
      “Pai Abraão, tenha misericórdia de mim! E mande que Lázaro molhe a ponta do dedo em água e me refresque a língua, porque
      estou atormentado neste fogo.” Mas Abraão disse: “Filho, lembre-se de que você recebeu os seus bens durante a sua vida, enquanto
      Lázaro só teve males. Agora, porém, ele está consolado aqui, enquanto você está em tormentos. E, além de tudo, há um grande abismo
      entre nós e vocês, de modo que os que querem passar daqui até vocês não podem, nem os de lá passar para cá.”

      Abraço!
      #EquipeHelioPeixto

    2. Oi Ana, achei interessante sua pergunta, se eu puder acrescentar, quero salientar algo. Todos nós passamos pela vida uns dos outros e deixamos nossa marca, tanto boas, quanto ruins. Mas tudo é aprendizado.
      Trazemos de nossa vivência algo que chamamos de memória afetiva e crenças, são na maioria das vezes adquiridas ainda na infância registrando como memórias afetivas de coisas que presenciamos e outras, transferidas como crenças passadas de geração em geração, umas são positivas outras são negativas, e inconscientemente tendemos a repetir padrões de comportamento.
      Essas crenças podem tanto nos ajudar como nos sabotar.

      E, caso esta pessoa seja uma pessoa que tinha alguma influência sobre você, no sentido de ensinar algo sobre o que é ter um bom relacionamento por exemplo, o que é ser uma boa pessoa para ser um bom companheiro, vc pode estar inconscientemente sendo influenciada por esta crença ou valores dentro da ótica da pessoa falecida.

      Então, para você, dentro da sua visão de mundo, sem crenças sabotando você, voltando para seu íntimo, o que é ter um bom relacionamento, quais são os seus valores e o que o outro precisa ter ou aproximar para que seja bom, e quais são os seus limites? Entende.
      Dependendo do que está armazenado em nós, desde a infância sobre relacionamento, é isso veremos, na maioria das vezes, se manifestar em nossa vida.
      Um forte abraço

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Procurando um alimento espiritual?

Cadastre-se e receba um devocional diariamente no seu e-mail

Confira os estudos mais recentes