O melhor Pai do mundo é o nosso Pai

Talvez, para alguns de nós, aceitar Deus (através de Jesus) como Senhor e Salvador seja mais fácil do que aceitá-lo como Pai.

Existem muitos pais dedicados por aí, e isso é motivo de grande alegria. Este fato precisa ser reconhecido e comemorado no nosso dia a dia, mas também muitos são filhos de pais naturais que decepcionaram de certa forma.

Alguns pais não assumiram o seu papel e o seu lugar na família, causando insegurança, rejeição, tristeza e mágoas. O ruim é que, o ser humano, por associação, acaba transferindo esta frustração e imagem equivocada para Deus.

Recebê-lo como Senhor é reconhecer que Ele é soberano; convidá-lo para ser o Salvador é aceitar, pela fé, o presente da salvação. Mas, para vê-lo como Pai, é preciso compreender e ter a revelação do amor incondicional de Deus por nós, e se abrir para enxergar aquela figura presente e íntima em nossa vida. Figura essa que nunca falha, mas provê, protege, perdoa, nos adota em sua família, nos dá um nome (filhos de Deus) e, ainda, nos faz Seus herdeiros. Isso é bom demais, não é?

Deus é perfeito, e nós somos os “filhinhos do Papai”! Ser filho de um bom pai de carne e osso é um enorme privilégio, mas e sobre ser filho do Pai celestial? Melhor ainda! Então, que tal celebrar também essa realidade?

Não deixe que as experiências frustrantes com qualquer pessoa qualquer roubem de você o prazer de desfrutar desta relação tão maravilhosa a que você tem direito como um filho de Deus.

Curta o colo do seu Pai hoje e sempre!

oração

Picture of Helio & Deise Peixoto

Helio & Deise Peixoto

Compartilhe esse devocional e abençoe alguém!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Procurando um alimento espiritual?

Cadastre-se e receba um devocional diariamente no seu e-mail

Confira os devocionais mais recentes