Estudos

Líderes maduros, Igreja madura

Helio Peixoto
Escrito por Helio Peixoto em 21/09/2017
Líderes maduros, Igreja madura
Quer saber como ser bem-sucedido?

Siga a direção certa! Cadastre-se e receba gratuitamente um ebook sobre o tema

LÍDERES MADUROS, IGREJA MADURA

SUA IGREJA É IMATURA? A IGREJA É O REFLEXO DA LIDERANÇA. CAMINHE EM DIREÇÃO AO AMADURECIMENTO E VEJA SUA IGREJA CRESCER!

I. O RETRATO DA IMATURIDADE

No contexto natural, amadurecimento é a fase que dá sequência ao crescimento. Se uma árvore der o seu fruto e ele não estiver maduro, por exemplo, isso significa que ele ainda está em processo de formação. O corpo físico funciona da mesma forma. Existe um crescimento físico programado, mas existe também um limite para este crescimento. Quando o corpo chega neste limite, significa que ele está maduro.

Agora, vamos trazer este assunto para o contexto espiritual, começando com a leitura de um versículo do apóstolo Paulo aos Coríntios:

“Eu, porém, não vos pude falar como a espirituais, e sim como a carnais, como a crianças em Cristo. 2 Leite vos dei a beber, não vos dei alimento sólido; porque ainda não podíeis suportá-lo. Nem ainda agora podeis, pois ainda sois carnais. 3 Porquanto, havendo entre vós ciúmes e contendas, não é assim que sois carnais e andais segundo o homem? 4 Quando, pois, alguém diz: Eu sou de Paulo, e outro: Eu, de Apolo, não é evidente que andais segundo os homens?” (1 Coríntios 3:1-4)

A igreja de Corinto era conhecida por sua “meninice espiritual”, ou seja, por sua carnalidade. Era uma Igreja onde havia contendas, ciúmes, fofocas, mentira, inveja e outras coisas mais, por isso, Paulo disse que não podia falar com eles como se já fossem espirituais, pois eram claramente carnais. Isso lhe parece familiar?

Em qualquer igreja onde não há um processo que leve as pessoas ao amadurecimento, a carnalidade irá dominar. É claro que cada pessoa tem a responsabilidade de buscar o seu crescimento individualmente também, mas, enquanto Corpo de Cristo, a Igreja que tem um comportamento carnal revela a fraqueza espiritual em que vive. Por que isso acontece?

II. A MATURIDADE DOS LÍDERES E DA IGREJA

Quando falamos de vida espiritual, amadurecimento não é um processo espontâneo (natural) que virá independentemente de fazermos alguma coisa. Existe um investimento espiritual a ser feito! Nós vemos ministérios que parecem que estão no Jardim da Infância! E, quando isso acontece, o resultado é confusão. A obra de Deus é para ser segura, é para trazer benefícios e para fazer as pessoas crescerem; de forma alguma é para ser confusa!

Se você observar, verá que existem muitas igrejas sendo abertas pelo nosso país. Isso é fácil de fazer. O difícil é achar a pessoa certa, que tenha um relacionamento familiar equilibrado e saudável, para liderar uma Igreja. Igreja não é feita de tijolo; Igreja é feita de pessoas. E pessoas estarão debaixo de alguém que está à frente, a liderança. Será que os líderes estão preparados suficientemente? Será que estão no lugar certo, fazendo aquilo que Deus os chamou? Porque, se não estiverem, eles vão ter muitos problemas e, pior, vão causar um grande estrago ao seu redor. Mas, se estiverem, Deus vai dar o crescimento devido, a partir do seu amadurecimento.

A Igreja é um reflexo do seu líder

Como a Igreja pode amadurecer, então? A Igreja amadurece quando a liderança está no processo de amadurecimento.
A fórmula é simples:

Líder maduro = Igreja madura

Quando o líder é imaturo e carnal, a Igreja também é. Mas, se o líder estiver crescendo, levará outros ao crescimento também. O amadurecimento equilibra a Igreja em uma base mais sólida. Por que o inferno está parando ou desviando várias pessoas das igrejas? Porque elas não têm esta base. Por serem “crianças espirituais”, são arrastadas facilmente para doutrinas hereges ou se perdem com distrações. A pessoa que está no processo de amadurecimento não se deixa ser enredada ou confundida por coisas estranhas, mas desenvolve uma sensibilidade ao que o Espírito Santo fala com ela.

III. OS PILARES DO AMADURECIMENTO

O apóstolo Paulo nos aconselha o seguinte:

“Irmãos não sejais, meninos no entendimento; na malícia, contudo sede criancinhas, mas adultos no entendimento.”
(1 Coríntios 14:20 – Bíblia Revisada)

Este entendimento não é algo mental, mas sim do espírito. É o que traz a visão correta da vida. Entendimento esse que é capaz de mudar todas as coisas!

Ser “adulto no entendimento” depende do amadurecimento espiritual que, por sua vez, precisa de uma base espiritual sólida, como falamos.
Esta base se equilibra em três pilares:

  1. Idade (tempo de existência)
    A idade não é 100% determinante para o amadurecimento, pois existem pessoas novas muito responsáveis e maduras, enquanto outras já são adultas em idade, porém bem infantis. No entanto, no geral, ser uma pessoa mais velha é um item que contribui para uma maturidade maior.
  2. Experiência vivida (prática da Verdade)
    Não estou me referindo aqui a trabalho, cursos, vivência no exterior, situações que a pessoa viveu e outros conhecimentos adquiridos a partir de uma experiência natural.
    A experiência que gera maturidade é a que é vivida em cima da Verdade, que é a Palavra de Deus.
  3. Treinamento (ensino certo)
    Existe um versículo bem adequado a este tópico: “Se você deixa o ensino hoje, ficará longe da Verdade amanhã” (Provérbios 19:27 – Bíblia Viva).
    Aquele que quiser ser frutífero tem que ter paixão pela Verdade e temor pelos princípios deste livro. A Verdade tem que ser indispensável na nossa vida assim como a nossa roupa do corpo!
    Se, hoje, existe a falta de zelo para com a Verdade e há um relaxamento sobre aprender mais de Deus e da Sua palavra, a pessoa já está “matando” o seu futuro. Imagine isso então no ministério! O líder tem que cuidar da sua vida espiritual para chegar bem até o final!
    Além disso, o ensino tem que ter qualidade (não é qualquer um, pois há várias heresias!) e intensidade.

Base do tripé:

Por mais que a pessoa tenha uma idade adulta (tempo de existência), treinamento (ensino) e experiência vivida (prática da Verdade), se a base não for construída na oração e no estudo da Palavra de Deus, o “tripé” do amadurecimento não será sustentado! O nosso espírito precisa de comunhão com Deus!

Só a idade não é sinônimo de amadurecimento; só a experiência vivida não é sinônimo de amadurecimento; só o treinamento não irá garantir o amadurecimento. É preciso que os 4 fatores trabalhem interagindo para o amadurecimento.

AMADURECIMENTO:

manfrotto mvk502055xpro3 502hd pro video head 1247856 150x150 - Líderes maduros, Igreja madura

  • 3 PILARES: IDADE, EXPERIÊNCIA E TREINAMENTO

BASE: ORAÇÃO E ESTUDO BÍBLICO

Deus quer que cada um de nós cresça e frutifique. Se você tem dado passos concretos, respeitando a base e os pilares que acabamos de falar, o amadurecimento se estabelecerá. E, quando isso acontecer, tudo na sua vida vai melhorar: finanças, família, saúde e, claro, refletirá no ministério. Isso porque os comportamentos e as atitudes advindos da maturidade espiritual te levarão a ser uma pessoa sempre bem-sucedida.

No ministério, as pessoas serão contagiadas e impulsionadas a fazer o mesmo que você. A paixão que você demonstrar ter por Deus e por Sua Palavra (e viver na prática, claro) será transmitida às pessoas que você lidera de forma absolutamente natural!

V. CONCLUINDO

O que Deus quer fazer através de você começa na sua vida primeiramente. Então, se você hoje tem uma posição de liderança e não tem visto resultados, pergunte-se a si mesmo:

  • Eu estou vivendo o que tenho ensinado?
  • Eu tenho investido meu tempo e coração em aprender aquilo que preciso de Deus para que eu possa ensinar com excelência?
  • Eu tenho me preparado como deveria, com a consciência de que sou responsável por várias vidas?
  • Eu tenho deixado Deus conduzir o ministério que opero?

Caso sim, ótimo, você está no caminho do amadurecimento e a Igreja que você lidera será contagiada por este espírito e acompanhará o seu ritmo. Mas, se as suas respostas forem não, não perca mais um dia, nem mais um minuto! Decida agora ser o líder espiritual que Deus espera que você seja.

Lembre-se: o que você quer colher no FUTURO depende do que você planta HOJE. Fazendo isso, a sua vida pessoal será bem-sucedida e o seu ministério também será próspero!

Deus te abençoe grandemente!

Quer saber como alcançar a maturidade para viver o melhor de Deus? A Escola Atos te ajuda a chegar lá! Saiba mais aqui.

Pessoas maduras, vida abundante
Um cristão maduro se parece com Jesus

>